ARPAS
Associação dos Residentes do Passo do Salso
Pesquisa

Bebê Kung Fu.
Por Karine Duarte (Leitora do Jornal), em 2012/11/122549 leram | 0 comentários | 220 gostam
Detetive Virtual desvenda os segredos do Bebê Kung Fu
Um bebê fofinho já foi visto mais de 18 milhões de vezes essa semana. Á primeira vista, ele parece um bebê normal, de macacão amarelo no jardim de casa. Até que o dragão de pelúcia ganha vida e quer briga. Mas o garoto luta Kung Fu! Não é à toa que ele está com uma roupa inspirada no filme ‘Kill Bill’.

O moleque é habilidoso! Nós do Detetive Virtual vamos investigar. Gravamos as caretas do Tadeu Schmidt em estúdio, em um fundo verde, e mandamos para o Luis Carone, fera em computação gráfica. A turma dele já nos ajudou a desvendar vários mistérios e agora transformou o apresentador em mestre em Kung Fu.

“O Tadeu, quando gravava no chromakey, em estúdio, olhava o vídeo e seguia os movimentos do bebê. Ele também usou uma roupa verde. No computador, você tira o que é verde e fica só a cara. Como eu tenho a cabeça do Tadeu livre sobre a cena, posso pegar e colocar onde eu quiser na tela”, explica o especialista em computação gráfica Luis Carone.

É a mesma técnica do vídeo do Bebê Kung Fu!

“Eu trabalho com cinema há 15 anos, mas também gosto de fazer vídeos como esse só por diversão”, diz o pai do bebê Romeo, o diretor canadense Patrick Boivin. A irmãzinha mais velha de Romeo já havia ganhado a superprodução dela em 2010, a bebê de ferro.

“Nós gravamos as cenas de luta em frente a uma tela verde, com dois dublês. Um vestia uma roupa igual a do Romeo e outro, a roupa de dragão. Sempre que tem lutas, são os dublês. Nas cenas sem luta, é o Romeo mesmo”, explica Boivin.

Portanto, o bebê Kung Fu é mentira! Uma mentirinha deliciosa, superdivertida, mas claro que é mentira. Com a computação gráfica, a gente põe a cabeça das pessoas onde quiser.


Comentários

Escreva o seu Comentário
 




Top Artigos: Amor de Mãe