ARPAS
Associação dos Residentes do Passo do Salso
Pesquisa

Mito ou verdade: celular pode explodir?
Por Karine Duarte (Leitora do Jornal), em 2012/11/291186 leram | 0 comentários | 216 gostam
Todos os dias, nos jornais, há notícias sobre celulares que explodem e machucam pessoas. Mas é mesmo possível um celular explodir? Confira em mais uma edição de Mito ou Verdade!
"Celular explode e mata operário na China." "Celular explode em bolso de jovem". "Celular explode e queima orelha de dona de casa". Manchetes como estas já não são raridade. O telefone celular é um objeto praticamente essencial na vida de qualquer pessoa. De estudantes e médicos a taxistas e executivos, todo mundo quer estar a um número de distância.

Se, no princípio, o telefone celular tinha como única função a de realizar ligações, hoje a realidade é outra. Enquanto as chamadas foram deixadas em segundo plano, estes aparelhos se transformaram em poderosas câmeras, consoles de videogame e MP3 players.
Contudo, independente do rumo que a tecnologia dos celulares tomou, notícias sobre acidentes com celulares explosivos continuam a estampar a primeira página de jornais de todo o mundo. Mas seria possível mesmo um celular explodir?
O jovem chinês Xiao Jinpeng trabalhava em uma fábrica nos arredores de Pequim quando o celular, que carregava no bolso da camisa, explodiu e o matou na hora. Viajando alguns quilômetros, outro celular explosivo causou danos a uma menina de apenas 14 anos, no interior de São Paulo. O aparelho estava no bolso de sua calça e explodiu, deixando a garota em estado de choque e com queimaduras de segundo grau na perna.


0800BOOM!

Em todos os casos mostrados, o que explodiu com certeza não foi o celular em si, mas a bateria, caixinhas que armazenam uma incrível quantidade de energia e permitem que um aparelho eletrônico seja utilizado longe das tomadas. A grande maioria de eletrônicos portáteis, hoje, optam por utilizar as baterias de Li-ion (íons de lítio).

Em comparação aos outros tipos de bateria, os íons de lítio armazenam o dobro de energia, são mais leves e mais ecológicos.

Como evitar explosões

Não é apenas o descuido com o calor excessivo ou as peças piratas que podem danificar as baterias de Li-ion. Cada vez que o seu celular é derrubado, não é apenas a sua carcaça que pode sofrer danos, mas também a bateria.

Portanto, toda vez que seu aparelho celular for de encontro ao chão, vale a pena abri-lo e verificar se está tudo em ordem também lá dentro. Outro cuidado a ser tomado é o de não deixar seu celular exposto à umidade do banheiro e cozinha, pois o vapor dágua causa oxidação e pode ser bastante danoso à bateria de lítio.
A praia é um dos ambientes mais perigosos para a saúde de uma bateria. É preciso deixá-lo na sombra para evitar o superaquecimento e bem longe da água, maresia e areia. Qualquer rachadura na carcaça (por mais pequena que seja) pode ser o suficiente para que um destes elementos entrem em contato com o circuito interno, causando um curto- circuito no aparelho.



Combinação perigosa

Em postos de gasolina de todo o Brasil, você já deve ter reparado a presença de uma plaquinha contendo algumas recomendações para seus clientes. Não fume, não deixe o motor ligado e desligue o celular. O uso de aparelho de telefonia móvel em um ambiente altamente inflamável, como é um posto de gasolina, poderia resultar em uma explosão? Muita gente pode deixar estas recomendações de lado, mas notícias no jornal afirmam que celular e posto de combustível é uma mistura que pode acabar mal.
No ano de 2007, em um posto da região de São Paulo, um frentista usou um celular para iluminar a boca do tanque de um caminhão. Sem motivo algum, uma grande explosão aconteceu. Peritos ficaram divididos e, enquanto alguns culpam o celular em si, outros atribuem a explosão à energia estática gerada pelo movimento.

A área de abastecimento dos veículos em um posto é de alto risco, já que são liberados gases inflamáveis pela abertura do bocal do veículo, enquanto o combustível vai da bomba de gasolina ao tanque do carro. Uma vez misturados ao ar, estes gases podem se inflamar se houver uma fonte de ignição como o calor, faíscas ou fogo. Embora os aparelhos celulares estejam cada dia melhor estruturados e mais seguros, há chances de provocarem faísca e, consequentemente, dar início a um grande desastre.

Já que o assunto é mito, vale lembrar que a explosão de celulares em postos de gasolina foi testada pelos mundialmente conhecidos Caçadores de Mitos (na Discovery Channel). O resultado apresentado por eles foi negativo, entretanto, nem todas as possibilidades e situações foram testadas. Especialistas avisam: a possibilidade de um celular causar uma explosão em um posto de combustível é extremamente remota, mas, infelizmente, não está descartada.


Não há como negar: celulares explodem e os danos podem ser grandes!



Mais Imagens:

Comentários

Escreva o seu Comentário
 




Top Artigos: Amor de Mãe